Lágrimas que mancham?

O seu pet já teve o pelo manchado pelas lágrimas? Isso acontece muito em cães e gatos de pelagem clara. Conhecida como lágrima ácida, ela forma manchas de cor escura na região dos olhos. Mas nada de entrar em desespero ou correr para o “Dr Google’. Não existe acidez nenhuma, de fato, mas em alguns casos a

umidade pode resultar em mau cheiro, assaduras e mudança na estética facial do pet. Nada que um banho e certos cuidados não resolvam.

A “lágrima ácida” também recebe o nome científico de cromodacriorreia ou epífora, que são as manchas escuras na região dos olhos causadas pelo acúmulo de lágrima. De acordo com especialistas, elas são produzidas por glândulas lacrimais que passam pelo ducto nasolacrimal, que capta a lágrima no olho, seguindo para a região da cavidade nasal e, por fim, sendo eliminada pela respiração. No desequilíbrio, pode acontecer o excesso de produção ou entupimento do ducto, o que acaba transbordando e vazando na região periocular, deixando o local úmido e com coloração escura.

Para resolver esse incômodo, o primeiro passo é não tentar resolver a situação estética. O mais importante é descobrir o motivo do excesso de lágrimas e manchas. Existem casos em que é preciso fazer desobstrução dos ductos, correções cirúrgicas de alterações palpebrais, uso de produtos específicos para limpar lágrimas ou mesmo alterar a dieta do animal.

A única forma de saber o que está acontecendo é procurar um especialista. O oftalmologista veterinário vai avaliar o seu pet e descobrir qual é o caso. Vale ressaltar que raças braquicefálicas têm maior predisposição ao problema, já que anatomicamente possuem canais nasolacrimais mais tortuosos. Se não conhecer um especialista ocular animal, procure um médico veterinário de confiança. O importante é cuidar do seu pet.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.