Pets: quem são eles?

Para começar, a palavra pet é de origem inglesa e se popularizou aqui no Brasil para nos referirmos aos animais de estimação. Acredita-se que a origem esteja ligada à palavra ‘petty’, no sentido de ‘pequeno’, mas daí teria influência na francesa ‘pettit’. Já ‘pettit’ teria saído do latim vulgar ‘pittinus’. Ou seja, entender a palavra pet te leva para

uma verdadeira mistura de cultura e linguística. O que vale, realmente, é que se formos analisar em português, a expressão animal de estimação vem da palavra ‘estima’, que quer dizer gostar, amar, apreciar.

Logo, pets são animais domésticos que podem conviver dentro ou fora de casa. Uma boa parte da população provavelmente liga o nome pet com cães e gatos, mas saiba que a lista de espécies é bem ampla. Pets também podem ser: peixes, répteis, aves, anfíbios e outros mamíferos criados em ambiente doméstico, de acordo com a afinidade e a predileção de cada um.

Na lista do IBAMA, por exemplo, mais de 50 animais são listados como domésticos. Veja alguns: Abelha, Alpaca, Avestruz, Bicho-da-seda, Búfalo, Cabra, Cachorro, Calopsita, Camelo, Camundongo, Canário-do reino ou Canário-belga, Cavalo, Chinchila, Cisne negro, Cobaia ou Porquinho da-India, Codorna-chinesa, Coelho, Diamante-de-gould, Diamante-mandarim, Dromedário, Escargot, Faisão de-coleira, Gado bovino, Gado zebuino, Galinha, Galinha d’angola, Ganso, Ganso canadense, Ganso-do-nilo, Gato, Hamster, Jumento, Lhama, Manon, Marreco…

Com isso, seja um tutor e tenha um pet em casa! Que tal diminuir a lista de animais que esperam por uma oportunidade de ter um lar? Apadrinhe, ajude, adote um pet!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.